Domingo III do Tempo Comum

Mistagogia da Palavra Na pessoa, mensagem e obra de Jesus de Nazaré já está presente a salvação do Reino de Deus. Mas, para aceder a este Reino é condição realizar a conversão à fé em Cristo. Esta conversão, porém expressa-se na renovação da mentalidade e do comportamento, do coração e da vida. É no mundo interior do homem, no seu coração que tem de germinar a pequena semente do Reino. A mudança das estruturas na família e na sociedade, na política e na economia é uma fraude e uma utopia impossível sem esta conversão interior. Só o fermento que age a partir do interior, ou seja, a opção evangélica, pode transformar toda a massa e tornar efectivo o projecto do Reino na nossa vida e no nosso mundo. A 1ª leitura é da Profecia de Jonas. O autor sagrado sublinha um facto surpreendente: enquanto o povo de Israel, que se julga justo, na realidade tem um coração duro e não escuta a voz dos Profetas, os Ninivitas, pagãos desprezados e pecadores, as primeiras palavras do enviado de Deus, mudam imediatamente de vida. É difícil renunciar ao prazer de ver sofrer os que nos oprimiram e humilharam. Este sentimento, porém, não é cristão. Nesta leitura Deus ensina-nos que não há inimigos a derrotar, mas só irmãos a converter, ajudando-os a ser felizes. A 2ª leitura é da Primeira Epístola de...

Read More