Santa Maria, Mãe de Deus

Mistagogia da Palavra A Liturgia dedica o primeiro dia do ano civil a Maria, celebrando a sua prerrogativa única e o seu título essencial de Mãe de Deus. É precisamente na Maternidade divina que se encontra o fundamento da especial relação de Maria com Cristo e da sua presença na economia da salvação. Escolhendo Maria para sua Mãe, Cristo, o Verbo Encarnado, associa-a intimamente à obra da reconciliação da humanidade. Através de Maria, os homens serão encaminhados com os pastores para o conhecimento, serviço e amor de Cristo. Este dia é também o dia da paz. No entanto, a paz não reina no mundo. Por isso, a Igreja, preocupada com as divisões, ódios e guerras entre os homens, quer lembrar-lhes, através da celebração do Dia Mundial da Paz, que em Cristo todos somos irmãos. Filhos do mesmo Pai, todos devemos trabalhar, sob a protecção maternal de Maria, para a construção dum mundo mais justo, mais fraterno – um mundo melhor. A 1ª leitura é do Livro dos Números. Recitada sobre o povo, que se havia reunido para o sacrifício da manhã, esta bênção sacerdotal é um augúrio de paz para os filhos de Israel. Esta “paz”, que em si concentra todos os bens, é um dom de Deus. Mas é também uma conquista do homem. Cada um de nós deve ser, pois, construtor da paz verdadeira. A 2ª leitura é...

Read More