Segunda-feira da Semana I do Tempo do Advento

Isaías 2, 1-5 Visão de Isaías, filho de Amós, acerca de Judá e de Jerusalém: Sucederá, nos dias que hão-de vir, que o monte do templo do Senhor se há-de erguer no cimo das montanhas e se elevará no alto das colinas. Ali afluirão todas as nações e muitos povos acorrerão, dizendo: «Vinde, subamos ao monte do Senhor, ao templo do Deus de Jacob. Ele nos ensinará os seus caminhos e nós andaremos pelas suas veredas. De Sião há-de vir a lei e de Jerusalém a palavra do Senhor». Ele será juiz no meio das nações e árbitro de povos sem número. Converterão as espadas em relhas de arado e as lanças em foices. Não levantará a espada nação contra nação, nem mais se hão-de preparar para a guerra. Vinde, ó casa de Jacob, caminhemos à luz do Senhor. Compreender a Palavra Isaías, figura imprescindível do tempo de Advento, é comunicador da promessa de Deus a um povo destroçado pelas consequências do seu pecado. Um “juiz” é o homem novo que pode renovar, transformar, alterar as circunstâncias que se vivem no momento. Este “juiz” será motivo de alegria para os sobreviventes de Israel. Um povo destroçado, espera a glória que lhe vem da parte do Senhor. Os sobreviventes são um pequeno número, “um resto”, como uma insignificância, mas para o Senhor o número não é o mais importante, trata-se...

Read More