Segunda-feira da Semana XXXII do Tempo Comum

LEITURA I Sab 1, 1-7 Amai a justiça, vós que governais a terra, pensai corretamente no Senhor e procurai-O com simplicidade de coração. Porque Ele deixa-Se encontrar pelos que não O tentam e revela-Se aos que n’Ele confiam. Os pensamentos tortuosos afastam de Deus e o Omnipotente, posto à prova, confunde os insensatos. A Sabedoria não entra na alma maliciosa, nem habita num corpo sujeito ao pecado. Porque o Espírito sagrado, nosso educador, foge da hipocrisia, afasta-se dos pensamentos insensatos e retira-se quando chega a iniquidade. A Sabedoria é um espírito amigo dos homens, mas não deixa sem castigo as palavras do blasfemo. Porque Deus é testemunha dos seus íntimos sentimentos, observa o seu coração segundo a verdade e ouve as suas palavras. O Espírito do Senhor enche o universo; ele, que abrange todas as coisas, sabe tudo o que se diz. Compreender a Palavra O livro da Sabedoria abre com uma advertência ao coração dos homens. O amor à justiça, o pensamento reto e a simplicidade de coração atrai a Sabedoria. Pelo contrário, o pensamento tortuoso, a insensatez, a hipocrisia afastam o Senhor. Porque o Espírito do Senhor, conhece o coração, os pensamentos mais íntimos e escuta todas as palavras. O Senhor está próximo dos que o procuram e afasta-se dos corações perversos. Meditar a Palavra Esta palavra convida-me a analisar o meu coração. O olhar de Deus...

Read More