Terça-feira da Semana IV do Tempo do Advento

Evangelho: Lc 1, 57-66
Naquele tempo, chegou a altura de Isabel ser mãe e deu à luz um filho. Os seus vizinhos e parentes souberam que o Senhor lhe tinha feito tão grande benefício e congratularam-se com ela. Oito dias depois, vieram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome do pai, Zacarias. Mas a mãe interveio e disse: «Não, ele vai chamar-se João». Disseram-lhe: «Não há ninguém da tua família que tenha esse nome». Perguntaram então ao pai, por meio de sinais, como queria que o menino se chamasse. O pai pediu uma tábua e escreveu: «O seu nome é João». Todos ficaram admirados. Imediatamente se lhe abriu a boca e se lhe soltou a língua e começou a falar, bendizendo a Deus. Todos os vizinhos se encheram de temor e por toda a região montanhosa da Judeia se divulgaram estes factos. Quantos os ouviam contar guardavam-nos em seu coração e diziam: «Quem virá a ser este menino?» Na verdade, a mão do Senhor estava com ele. 

 

 

Evangelho: Lc 1, 57-66
Naquele tempo, chegou a altura de Isabel ser mãe e deu à luz um filho. Os seus vizinhos e parentes souberam que o Senhor lhe tinha feito tão grande benefício e congratularam-se com ela. Oito dias depois, vieram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome do pai, Zacarias. Mas a mãe interveio e disse: «Não, ele vai chamar-se João». Disseram-lhe: «Não há ninguém da tua família que tenha esse nome». Perguntaram então ao pai, por meio de sinais, como queria que o menino se chamasse. O pai pediu uma tábua e escreveu: «O seu nome é João». Todos ficaram admirados. Imediatamente se lhe abriu a boca e se lhe soltou a língua e começou a falar, bendizendo a Deus. Todos os vizinhos se encheram de temor e por toda a região montanhosa da Judeia se divulgaram estes factos. Quantos os ouviam contar guardavam-nos em seu coração e diziam: «Quem virá a ser este menino?» Na verdade, a mão do Senhor estava com ele. 
Compreender a Palavra
O evangelho relata-nos o nascimento de João Baptista e a manifestação de Deus nesse acontecimento tão normal e tão maravilhoso ao mesmo tempo. O nascimento de uma criança é algo natural mas sempre cheio do mistério da vida que não pode vir senão de Deus. O nascimento de João tornou-se ocasião para que todos se congratulassem e dessem glória a Deus.
Meditar a Palavra
A Palavra de Deus revela-nos acontecimentos da vida de muitas pessoas em quem Deus se revelou de um modo especial, mas nas circunstâncias normais da vida. Os acontecimentos tornam-se tanto mais importantes quanto nos empenhamos neles e quanto mais os vivemos no nosso coração. Tudo o que nos toca fica envolvido pelo mistério do amor e da admiração. O nascimento de João é um desses acontecimentos que nos falam da intervenção de Deus na história dos homens muito para além do acontecimento real. Aquele nascimento não foi apenas alegria para a família, mas todo o povo se alegrou e esta alegria ultrapassou as montanhas geográficas e históricas e chegou aos nossos ouvidos para que nos alegremos por termo um Deus que se incomoda com a nossa libertação.
Rezar a Palavra
A tua palavra, Senhor, chega aos meus ouvidos para me dar a conhecer o mistério da tua bondade. Abre, Senhor o meu coração, para poder reconhecer que também hoje te interessas por nós e intervéns na história para nos salvar.
Compromisso
Hoje, no silêncio da oração, quero reconhecer que Deus actua na minha vida como o fez na vida de Isabel, Zacarias e João.

Compreender a Palavra
O evangelho relata-nos o nascimento de João Baptista e a manifestação de Deus nesse acontecimento tão normal e tão maravilhoso ao mesmo tempo. O nascimento de uma criança é algo natural mas sempre cheio do mistério da vida que não pode vir senão de Deus. O nascimento de João tornou-se ocasião para que todos se congratulassem e dessem glória a Deus.


Meditar a Palavra
A Palavra de Deus revela-nos acontecimentos da vida de muitas pessoas em quem Deus se revelou de um modo especial, mas nas circunstâncias normais da vida. Os acontecimentos tornam-se tanto mais importantes quanto nos empenhamos neles e quanto mais os vivemos no nosso coração. Tudo o que nos toca fica envolvido pelo mistério do amor e da admiração. O nascimento de João é um desses acontecimentos que nos falam da intervenção de Deus na história dos homens muito para além do acontecimento real. Aquele nascimento não foi apenas alegria para a família, mas todo o povo se alegrou e esta alegria ultrapassou as montanhas geográficas e históricas e chegou aos nossos ouvidos para que nos alegremos por termo um Deus que se incomoda com a nossa libertação.


Rezar a Palavra
A tua palavra, Senhor, chega aos meus ouvidos para me dar a conhecer o mistério da tua bondade. Abre, Senhor o meu coração, para poder reconhecer que também hoje te interessas por nós e intervéns na história para nos salvar.


Compromisso
Hoje, no silêncio da oração, quero reconhecer que Deus actua na minha vida como o fez na vida de Isabel, Zacarias e João.