Quinta-feira da Semana XXXIII do Tempo Comum

EVANGELHO Lc 19, 41-44
Naquele tempo, quando Jesus Se aproximou de Jerusalém, ao ver a cidade, chorou sobre ela e disse: «Se ao menos hoje conhecesses o que te pode dar a paz! Mas não. Está escondido a teus olhos. Dias virão para ti, em que os teus inimigos te rodearão de trincheiras e te apertarão de todos os lados. Esmagar-te-ão a ti e aos teus filhos e não deixarão em ti pedra sobre pedra, por não teres reconhecido o tempo em que foste visitada».

 

 

asdasdsad
Quinta-feira da Semana XXXIII do Tempo Comum
EVANGELHO Lc 19, 41-44
Naquele tempo, quando Jesus Se aproximou de Jerusalém, ao ver a cidade, chorou sobre ela e disse: «Se ao menos hoje conhecesses o que te pode dar a paz! Mas não. Está escondido a teus olhos. Dias virão para ti, em que os teus inimigos te rodearão de trincheiras e te apertarão de todos os lados. Esmagar-te-ão a ti e aos teus filhos e não deixarão em ti pedra sobre pedra, por não teres reconhecido o tempo em que foste visitada».
 
Compreender a Palavra
Ao aproximar-se de Jerusalém, Jesus chora e lamenta que a cidade não tenha conhecido e mesmo agora não conheça aquele que lhe pode dar a paz. Depois fala do futuro, indicando o destino trágico da cidade “por não ter reconhecido”. Jerusalém, cidade da paz, não tem paz, nem aceita Jesus, aquele que lhe pode dar a paz. Fechada aos mensageiros de Deus, vai levar à morte o próprio Filho de Deus. A cidade vai ser destruída por não reconhecer aquele que traz a paz. 
 
Meditar a Palavra
Reconhecer. A palavra de hoje é esta, “conhecer”, “reconhecer” aquele que pode trazer paz à minha vida. Jesus é aquele que pode transformar tudo em mim. Ele pode alterar todas as coisas da minha vida. A derrocada pode ser evitada se eu abrir as portas a Jesus. Posso evitar ser invadido, posso impedir que me assaltem os inimigos, se deixar entrar Jesus a fazer parte da minha vida. Jesus chora diante de mim, ao ver que tenho tudo para ser feliz, para experimentar a paz, para viver uma vida nova e não sei usar todos os meus dons nesse sentido porque não o reconheço. Não quero ficar indiferente diante das lágrimas de Jesus.
 
Rezar a Palavra
Ferem-me as tuas palavras: “Se ao menos hoje…”. É hoje ou nunca mais… Eu quero reconhecer que só tu me podes dar a paz, Senhor. Eu quero ser lugar onde tu entras e não deixas entrar os inimigos. Eu quero ser muralha forte, baluarte seguro pela tua presença em mim. Concede-me a graça de ser salvo pelas tuas lágrimas.
 
Compromisso
Quero acolher a lágrimas de Jesus por mim como bênção para viver na sua paz.

Compreender a Palavra
Ao aproximar-se de Jerusalém, Jesus chora e lamenta que a cidade não tenha conhecido e mesmo agora não conheça aquele que lhe pode dar a paz. Depois fala do futuro, indicando o destino trágico da cidade “por não ter reconhecido”. Jerusalém, cidade da paz, não tem paz, nem aceita Jesus, aquele que lhe pode dar a paz. Fechada aos mensageiros de Deus, vai levar à morte o próprio Filho de Deus. A cidade vai ser destruída por não reconhecer aquele que traz a paz. 
 
Meditar a Palavra
Reconhecer. A palavra de hoje é esta, “conhecer”, “reconhecer” aquele que pode trazer paz à minha vida. Jesus é aquele que pode transformar tudo em mim. Ele pode alterar todas as coisas da minha vida. A derrocada pode ser evitada se eu abrir as portas a Jesus. Posso evitar ser invadido, posso impedir que me assaltem os inimigos, se deixar entrar Jesus a fazer parte da minha vida. Jesus chora diante de mim, ao ver que tenho tudo para ser feliz, para experimentar a paz, para viver uma vida nova e não sei usar todos os meus dons nesse sentido porque não o reconheço. Não quero ficar indiferente diante das lágrimas de Jesus.
 
Rezar a Palavra
Ferem-me as tuas palavras: “Se ao menos hoje…”. É hoje ou nunca mais… Eu quero reconhecer que só tu me podes dar a paz, Senhor. Eu quero ser lugar onde tu entras e não deixas entrar os inimigos. Eu quero ser muralha forte, baluarte seguro pela tua presença em mim. Concede-me a graça de ser salvo pelas tuas lágrimas.
 
Compromisso
Quero acolher as lágrimas de Jesus por mim como bênção para viver na sua paz.