Liturgia das Horas
 
Sexta-Feira Santa

Evangelho: João 18,1-9

Naquele tempo,

Jesus saiu com os seus discípulos

para o outro lado da torrente do Cedron.

Havia lá um jardim, onde Ele entrou com os seus discípulos.

Judas, que O ia entregar, conhecia também o local,

porque Jesus Se reunira lá muitas vezes

com os discípulos.

Tomando consigo uma companhia de soldados

e alguns guardas,

enviados pelos príncipes dos sacerdotes e pelos fariseus,

Judas chegou ali, com archotes, lanternas e armas.

Sabendo Jesus tudo o que Lhe ia acontecer,

adiantou-Se e perguntou-lhes:

J «A quem buscais?».

N Eles responderam-Lhe:

R «A Jesus, o Nazareno».

N Jesus disse-lhes:

J «Sou Eu».

N Judas, que O ia entregar, também estava com eles.

Quando Jesus lhes disse: «Sou Eu»,

recuaram e caíram por terra.

Jesus perguntou-lhes novamente:

J «A quem buscais?».

N Eles responderam:

R «A Jesus, o Nazareno».

N Disse-lhes Jesus:

J «Já vos disse que sou Eu.

Por isso, se é a Mim que buscais,

deixai que estes se retirem».

N Assim se cumpriam as palavras que Ele tinha dito:

«Daqueles que Me deste, não perdi nenhum».

   

 
Terça-feira da Semana XXI do Tempo Comum

EVANGELHO Mt 23, 23-26
Naquele tempo, disse Jesus: «Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas, porque pagais o dízimo da hortelã, do funcho e do cominho, mas omitis as coisas mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Devíeis praticar estas coisas, sem omitir as outras. Guias cegos! Coais o mosquito e engolis o camelo. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas, porque limpais o exterior do copo e do prato, que por dentro estão cheios de rapina e intemperança. Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo».

 
Segunda-feira da Semana XIX do Tempo Comum

EVANGELHO Mt 17, 22-27
Naquele tempo, estando ainda Jesus e os discípulos na Galileia, disse-lhes Jesus: «O Filho do homem vai ser entregue nas mãos dos homens, que hão-de matá-l’O; mas Ele ao terceiro dia ressuscitará». Os discípulos ficaram profundamente consternados. Quando chegaram a Cafarnaum, os cobradores das didracmas aproximaram-se de Pedro e perguntaram-lhe: «O vosso Mestre não paga a didracma?». Pedro respondeu-lhes: «Paga, sim». Quando chegou a casa, Jesus antecipou-Se e disse-lhe: «Simão, que te parece? De quem recebem os reis da terra impostos ou tributos? Dos filhos ou dos estranhos?». E como ele respondesse que era dos estranhos, Jesus disse-lhe: «Então os filhos estão isentos. Mas para não os escandalizarmos, vai ao mar e deita o anzol. Apanha o primeiro peixe que morder a isca, abre-lhe a boca e encontrarás um estáter. Pega nele e paga-lhes o imposto por Mim e por ti».

 

 
Quinta-feira da Semana XIII do Tempo Comum

EVANGELHO Mt 9, 1-8
Naquele tempo, Jesus subiu para um barco, atravessou o mar e foi para a cidade de Cafarnaum. Apresentaram-Lhe então um paralítico que jazia numa enxerga. Ao ver a fé daquela gente, Jesus disse ao paralítico: «Filho, tem confiança; os teus pecados estão perdoados». Alguns escribas disseram para consigo: «Este homem está a blasfemar». Mas Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse: «Porque pensais mal em vossos corações? Na verdade, que é mais fácil: dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te e anda’? Pois bem. Para saberdes que o Filho do homem tem na terra o poder de perdoar os pecados, ‘Levanta-te – disse Ele ao paralítico – toma a tua enxerga e vai para casa’. O homem levantou-se e foi para casa. Ao ver isto, a multidão ficou cheia de temor e glorificava a Deus por ter dado tal poder aos homens.

 

 
Hino ao Senhor vitorioso e salvador – Catequese sobre o Cântico de Isaías (Is 42, 10-16)

Cântico  Is 42, 10-16                                       Cântico da libertação

Cantavam um cântico novo diante do trono de Deus

(Ap 14, 3).

 

10  Cantai ao Senhor um cântico novo, *

          chegue o seu louvor até aos confins da terra.

    Louve o Senhor o mar e tudo o que nele existe, *

          louvem o Senhor as ilhas e seus habitantes.

11  Louve o Senhor o deserto e suas cidades, *

        louvem o Senhor os acampamentos de Cédar.

 

 
Desça sobre nós a bondade do Senhor – Catequese sobre o Salmo 89

Salmo 89 (90)   Deus e a fragilidade do homem

 

Diante do Senhor, um dia é como mil anos

e mil anos como um dia (2 Pedro 3, 8).

 

 Senhor, tendes sido o nosso refúgio, *

          de geração em geração.

 Antes de se formarem as montanhas†

    e nascer a terra e o mundo, *

          desde toda a eternidade Vós sois Deus.

 

 
Todas as criaturas louvem o Senhor – Catequese sobre o Cântico de Daniel 3, 52-57

Cântico Dan 3, 52-57   O louvor das criaturas

Deus Criador... seja bendito eternamente (Rom 1, 25).

 

52  Bendito sejais, Senhor, Deus dos nossos pais: *

          digno de louvor e de glória para sempre.

    Bendito o vosso nome glorioso e santo: *

          digno de louvor e de glória para sempre.

 

 
Cântico de alegria e de vitória – Catequese sobre o Salmo 117

Salmo 117 (118)   Cântico de vitória

Cristo é a pedra rejeitada pelos construtores,

que veio a tornar-se pedra angular (Actos 4, 11).

 

 [Aleluia]

    Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, *

          porque é eterna a sua misericórdia.

 

 Diga a casa de Israel: *

          é eterna a sua misericórdia.

 Diga a casa de Aarão: *

          é eterna a sua misericórdia.

 Digam os que temem o Senhor: *

          é eterna a sua misericórdia.

 

 
Convite a louvar a Deus pelo seu amor – Catequese sobre o Salmo 116

Salmo 116 (117)   Louvor a Deus

Digo-vos... que os gentios dão glória a Deus

pela sua misericórdia

(Rom 15, 8.9).

 

 [Aleluia]

    Louvai o Senhor, todas as nações, *

          aclamai-O, todos os povos.

 É firme a sua misericórdia para connosco, *

          a fidelidade do Senhor permanece para sempre.

    [Aleluia]

 

 
Promessa de observar a lei de Deus – Catequese sobre o Salmo 118 (145-152)

Salmo 118 (119), 145-152   Elogio da lei divina

Se alguém guardar a palavra de Cristo,

nesse o amor de Deus é perfeito (1 Jo 2, 5).

 

145    De todo o coração Vos invoco: ouvi-me, Senhor, *

             quero observar os vossos decretos.

146    Por Vós eu clamo: salvai-me, *

             e cumprirei as vossas ordens.

 

 
A alegria dos que entram no templo – Catequese sobre o Salmo 99

Salmo 99 (100)   A alegria dos que entram no templo

O Senhor faz cantar os redimidos

um hino de vitória (S. Atanásio).

 

 Aclamai o Senhor, terra inteira, *

 2        servi o Senhor com alegria, †

          vinde a Ele com cânticos de júbilo.

 

 
Lamentação em tempo de fome e de guerra – Catequese sobre o Cântico de Jeremias (Jer 14, 17-21)

Cântico  Jer 14, 17-21   Lamentação em tempo de fome e de guerra

Está próximo o reino de Deus:

arrependei-vos e acreditai no Evangelho (Mc 1, 15).

 

17  Chorem meus olhos, noite e dia, *

          lágrimas sem fim,

    porque uma grande ruína, uma chaga atroz, *

          tortura a virgem, filha do meu povo.

 

 
Compadecei-vos de mim, ó Deus – Catequese sobre o Salmo 50

Salmo 50 (51)   Compadecei-Vos de mim, ó Deus

Renovai-vos

pela transformação espiritual da vossa inteligência

e revesti-vos do homem novo (Ef 4, 23-24).

 

 Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade, *

          pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.

 Lavai-me de toda a iniquidade *

          e purificai-me de todas as faltas.

 

 
Santo é o Senhor nosso Deus – Catequese sobre o Salmo 98

Salmo 98 (99)   Santo é o Senhor nosso Deus

Vós, Senhor, que estais sentado sobre os Querubins,

restaurastes o mundo decaído

quando Vos fizestes semelhante a nós

(S. Atanásio).

 

 O Senhor é rei: tremem os povos; *

          tem seu trono sobre os Querubins: vacila a terra.

 O Senhor é grande em Sião, *

          domina sobre todos os povos.

 

 
O Bom Pastor: O Deus altíssimo – Catequese sobre o Cântico de Isaías (40, 10-17)

Cântico  Is 40, 10-17   O Bom Pastor é o Deus Altíssimo e Sapientíssimo

Eis que venho em breve, e trarei comigo a recompensa

(Ap 22, 12).

 

10  Eis o Senhor Deus, que vem com poder, *

          o seu braço dominará.

    Com Ele vem o prémio da vitória, *

          os frutos da sua conquista O precedem.

 
Jerusalém, mãe de todos os povos – Catequese sobre o Salmo 86

Salmo 86 (87)   Jerusalém, mãe de todos os povos

A Jerusalém do alto é livre, é a nossa mãe

(Gal 4, 26).

 O Senhor ama a cidade, *

          por Ele fundada sobre os montes santos;

 ama as portas de Sião, *

          mais que todas as moradas de Jacob.

 

 
A vitória do Senhor na sua vinda final – Catequese sobre o salmo 97

Salmo 97 (98)   Deus, Rei e Juiz do universo

Este salmo aplica-se à primeira vinda do Senhor

e à fé de todos os povos

(S. Atanásio).

 

 Cantai ao Senhor um cântico novo, *

          pelas maravilhas que Ele operou.

    A sua mão e o seu santo braço *

          Lhe deram a vitória.

 

 
Deus julgará com justiça – Catequese sobre o Cântico de Isaías (33, 13-16)

Cântico  Is 33, 13-16   Deus, justo juiz

A promessa é para vós, para vossos filhos

e para todos os que estão longe (Actos 2, 39).

 

13  Vós que estais longe, ouvi o que Eu fiz, *

          vós que estais perto, conhecei o meu poder.

14  Em Sião, os pecadores ficaram apavorados, *

          o medo apoderou-se dos ímpios.

    Quem de vós poderá habitar junto do fogo devorador? *

          Quem de vós poderá suportar as chamas eternas?

 

 
Oração a Deus na aflição – Catequese sobre o Salmo 85

Salmo 85 (86)   Oração do pobre na adversidade

Bendito seja Deus,

que nos conforta em todas as tribulações (2 Cor 1, 3.4).

 

 Inclinai, Senhor, o vosso ouvido e atendei-me, *

          porque sou pobre e desvalido.

 Defendei a minha vida, pois Vos sou fiel, *

          salvai o vosso servo que em Vós confia, ó meu Deus.

 

 
Todos os povos glorifiquem o Senhor – Catequese sobre o Salmo 66

Salmo 66 (67)   Os povos louvam o Senhor

Sabei que aos gentios é enviada esta salvação de Deus

(Actos 28,28).

 

 Deus Se compadeça de nós e nos dê a sua bênção, *

          resplandeça sobre nós a luz do seu rosto.

 

 Na terra se conhecerão os vossos caminhos *

          e entre os povos a vossa salvação.

 

 
O hino depois da vitória – Catequese sobre o Cântico de Isaías (26, 1-4.7-9.12)

Cântico  Is 26, 1-4.7-9.12   Hino após a vitória

A muralha da cidade tem por fundamento doze pedras

(cf.  Ap 21, 14).

 

 Nós temos em Sião uma cidade forte, *

          o Salvador é sua muralha e baluarte.

 Abri as portas para que entre um povo justo, *

          um povo que pratica a fidelidade.

 

 
A nossa salvação está próxima – Catequese sobre o Salmo 84

Salmo 84 (85)   A salvação está próxima

Deus abençoou a nossa terra,

quando lhe enviou o Salvador (Orígenes).

 

 Abençoastes, Senhor, a vossa terra, *

          restaurastes os destinos de Jacob.

 Perdoastes a culpa do vosso povo, *

          esquecestes todos os seus pecados.

 Aplacastes toda a vossa cólera, *

          refreastes o furor da vossa ira.

 

 
Deus é rei e juiz do universo – Catequese sobre o Salmo 95

Salmo 95 (96)   Deus, Rei e Juiz do universo

Cantavam um cântico novo diante do trono,

na presença do Cordeiro

(Ap 14, 3).

 

 Cantai ao Senhor um cântico novo, *

          cantai ao Senhor, terra inteira.

 Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome, *

          anunciai dia a dia a sua salvação.

 

 
Solene convite a renovar a aliança – Catequese sobre o Cântico de Isaías (2, 2-5)

Cântico Is 2, 2-5   No cimo dos montes, o monte da casa do Senhor

Todos os povos virão prostrar-se diante de Vós

(Ap 15, 4).

 

 Sucederá nos dias que hão-de vir *

          que o monte do templo do Senhor

    se há-de erguer no cimo das montanhas *

          e se elevará no alto das colinas.

 

 
Desejo do templo do Senhor – Catequese sobre o Salmo 83

Salmo 83 (84)   A caminho do templo do Senhor

Não temos aqui cidade permanente,

mas buscamos a futura

(Hebr 13, 14).

 

 Como é agradável a vossa morada, *

          Senhor dos Exércitos!

 

 A minha alma suspira ansiosamente *

          pelos átrios do Senhor.

    O meu coração e a minha carne *

          exultam no Deus vivo.

 

 
Glorificação de Deus Senhor e Criador – Catequese sobre o Salmo 148

Salmo 148   Cântico das criaturas

Ao que está sentado no trono e ao Cordeiro,

a bênção, a honra, a glória e o poder

pelos séculos dos séculos (Ap 5,13).

 

 [Aleluia]

    Louvai o Senhor do alto dos céus, *

          louvai-O nas alturas.

 Louvai-O, todos os seus anjos, *

          louvai-O, todos os seus exércitos.

 

 
Todas as criaturas louvem ao Senhor – Catequese sobre o Cântico das criaturas (Dan 3, 57.88.56)

Cântico Dan 3, 57-88.56 O louvor das criaturas

Louvai o Senhor, todos os seus servos (Ap 19, 5).

 

57  Obras do Senhor, bendizei o Senhor, *

          louvai-O e exaltai-O para sempre.

58  Céus, bendizei o Senhor, *

59        Anjos do Senhor, bendizei o Senhor.

60 Águas que estais sobre os céus, bendizei o Senhor, *

61        poderes do Senhor, bendizei o Senhor.

62  Sol e lua, bendizei o Senhor, *

63        estrelas do céu, bendizei o Senhor.

 

 
O poder de Deus criador – Catequese sobre o Salmo 92

Salmo 92 (93)   Ao Rei da Criação

O Senhor Deus omnipotente reina em toda a terra.

Exultemos de alegria e dêmos glória ao seu nome

(Ap 19,6.7).

 

 O Senhor é rei, revestiu-Se de majestade, *

          revestiu-Se e cingiu-Se de poder, †

          firmou o universo, que não vacilará.

 É firme o vosso trono desde sempre, *

          Vós existis desde toda a eternidade.

 

 
A grandeza do Senhor e a dignidade do homem – Catequese sobre o Salmo 8

Tudo submeteu a seus pés

e constituiu-O cabeça de toda a Igreja (Ef 1, 22).

 

 Senhor, nosso Deus, *

          como é admirável o vosso nome em toda a terra! †

          A vossa majestade está acima dos céus.

 

 
Os benefícios de Deus a favor do povo – Catequese sobre o Cântico de Moisés

Cântico  Deut 32, 1-12   Os benefícios de Deus ao povo

Quantas vezes quis juntar os teus filhos,

como a galinha junta os pintainhos debaixo das suas asas!

(Mt 23, 37).

 

 Escutai, ó céus, que eu vou falar, *

          ouça a terra as palavras da minha boca.

 Sejam como a chuva os meus pensamentos *

          e como o orvalho as minhas palavras,

    como aguaceiros sobre a erva *

          e como torrentes sobre a relva.

 

 
Louvor ao Senhor criador – Catequese sobre o Salmo 91

Salmo 91 (92)   Louvor de Deus Criador

Este salmo canta as maravilhas realizadas em Cristo

(S. Atanásio).

 

 É bom louvar o Senhor *

          e cantar salmos ao vosso nome, ó Altíssimo,

 proclamar pela manhã a vossa bondade *

          e durante a noite a vossa fidelidade,

 ao som da harpa e da lira *

          e com as melodias da cítara.

 

 
A Jerusalém reconstruída – Catequese sobre o Salmo 147

Salmo 147 (147, 12-20)   A restauração de Jerusalém

Vem, e mostrar-te-ei a Esposa do Cordeiro (Ap 21, 9).

 

12  Glorifica, Jerusalém, o Senhor, *

          louva, Sião, o teu Deus.

 

 
Deus vem para julgar – Catequese sobre o Cântico de Habacuc

Cântico  Hab 3, 2-4.13a. 15-19   Juízo de Deus

Levantai a cabeça, porque está perto a vossa redenção (Lc 21, 28).

 

 Senhor, eu ouvi a vossa mensagem *

          e enchi-me de temor.

    Senhor, fazei reviver as vossas obras, *

          através dos tempos.

    Através dos tempos manifestai-as; *

          na vossa ira, lembrai-Vos da misericórdia.

 

 
Senhor, tende piedade de mim! – Catequese sobre o Salmo 50

Salmo 50 (51)   Compadecei-Vos de mim, ó Deus

Renovai-vos pela transformação espiritual da vossa inteligência

e revesti-vos do homem novo (Ef 4, 23-24).

 

 Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade, *

          pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.

 Lavai-me de toda a iniquidade *

          e purificai-me de todas as faltas.

 

 
Solene convite a renovar a aliança – Catequese sobre o Salmo 80

Salmo 80 (81)   Renovação solene da aliança

Tomai cuidado, irmãos, que nenhum de vós

tenha um coração mau e incrédulo (Hebr 3, 12).

 

 Aclamai a Deus, nossa força, *

          aplaudi ao Deus de Jacob.

 

 Entoai cânticos ao som do tamboril, *

          da cítara harmoniosa e da lira.

 Fazei ressoar a trombeta na lua nova *

          e na lua cheia, dia da nossa festa.

 

 
Exultação do povo redimido – Catequese sobre o Cântico do Emanuel

Cântico  Is 12, 1-6   Hino da redenção

Se alguém tem sede, venha a Mim e beba (Jo 7, 37).

 

 Dou-Vos graças, Senhor,

    porque, estando irado contra mim, *

          vossa ira se aplacou e me consolastes.

 

 
Visitai, Senhor, a vossa vinha – Catequese sobre o Salmo 79

Salmo 79 (80)   A renovação da vinha devastada

Vinde, Senhor Jesus (Ap 22, 20).

 

 Pastor de Israel, escutai, *

          Vós que conduzis José como um rebanho.

    Vós que estais sobre os Querubins, aparecei, *

       à frente de Efraim, Benjamim e Manassés.

    Despertai o vosso poder *

          e vinde em nosso auxílio.

 

 
A glória do Senhor no juízo – Catequese sobre o Salmo 96

Salmo 96 (97)   O Senhor, Rei do universo

Este salmo canta a salvação do mundo

e a conversão de todos os povos

(S. Atanásio).

 

 O Senhor é rei: exulte a terra, *

          rejubile a multidão das ilhas.

 Ao seu redor, nuvens e trevas; *

          a justiça e o direito são a base do seu trono.

 O fogo avança diante d’Ele *

          e devora em redor os seus inimigos.

 

 
A alegria e a esperança dos humildes encontra-se em Deus – Catequese sobre o Cântico de Ana

 

Cântico  1 Sam 2, 1-10   Alegria dos humildes em Deus

Derrubou os poderosos de seus tronos

e exaltou os humildes. Aos famintos encheu de bens

(Lc 1, 52-53).

 

 Exulta o meu coração no Senhor, *

          no meu Deus se eleva a minha fronte.

    Abre-se a minha boca contra os inimigos, *

          porque me alegro com a vossa salvação.

 Ninguém é santo como o Senhor, *

          ninguém é forte como o nosso Deus.

 

 
Deus renova os prodígios do seu amor – Catequese sobre o Salmo 76

Salmo 76 (77)   Evocação das maravilhas do Senhor

Atribulados em tudo, não desanimamos (2 Cor 4, 8).

 

 Suba até Deus a minha voz e clame, *

          suba a minha voz até Deus, que me há-de ouvir.

 No dia da minha tribulação recorri ao Senhor, *

          de noite, sem desfalecer ergui as minhas mãos. †

          A minha alma estava inconsolável.

 Queria lembrar-me de Deus e soltava gemidos, *

          queria meditar e faltava-me o ânimo.

 

 
A alegria das criaturas de deus pela sua providência – Catequese sobre o Salmo 64

Salmo 64 (65)   Acção de graças pelos benefícios da terra

Sião significa a cidade celeste

(Orígenes).

 

 A Vós, ó Deus, é devido louvor em Sião, *

          a Vós se cumprem os votos em Jerusalém.

 A Vós que atendeis as preces *

          acorre todo o homem por causa da sua iniquidade.

 Oprime-nos o peso das nossas faltas, *

          e Vós no-las perdoais.

 

 
As angústias de um moribundo e a alegria de um restabelecido – Catequese sobre o Cântico de Ezequias

Cântico  Is 38, 10-14.17-20   Angústias dum moribundo, alegria da cura

Eu sou o que vive e estava morto...

E tenho as chaves da morte (Ap 1, 17.18).

 

10  Eu disse: «Em meio da vida, vou descer às portas da morte, *

          privado do resto dos meus anos».

11  Eu disse: «Não mais verei o Senhor na terra dos vivos, *

          não verei mais ninguém entre os habitantes do mundo».

 

 
Desejo do Templo de Deus – Catequese sobre os Salmos 42

Salmo 42 (43) Saudades do templo

Eu vim ao mundo como luz dos homens

(cf. Jo 12, 46).

 

 Fazei-me justiça, meu Deus, *

          defendei a minha causa contra a gente sem piedade, †

          livrai-me do homem desleal e perverso.

 

 Vós, ó Deus, sois o meu refúgio: *

          Porque me abandonastes? †

          Porque hei-de andar triste, sob a opressão do inimigo?

 

 
Hino a Deus criador – Catequese sobre o Salmo 18 A

Salmo 118 (119), 1-8   Elogio da lei divina

O amor de Deus consiste em guardar os seus mandamentos

(1 Jo 5, 3).

 

 Felizes os que seguem o caminho perfeito *

          e andam na lei do Senhor.

 Felizes os que observam as suas ordens *

          e O procuram de todo o coração.

 

 
Todas as criaturas louvem o Senhor – Catequese sobre o cântico de Daniel

Cântico Dan 3, 52-57   O louvor das criaturas

Deus Criador... seja bendito eternamente (Rom 1, 25).

 

52 Bendito sejais, Senhor, Deus dos nossos pais: *

digno de louvor e de glória para sempre.

Bendito o vosso nome glorioso e santo: *

digno de louvor e de glória para sempre.

 

 
Cântico de alegria e de vitória – Catequese sobre o salmo 117

Salmo 117 (118)   Cântico de vitória

Cristo é a pedra rejeitada pelos construtores,

que veio a tornar-se pedra angular (Actos 4, 11).

 

 [Aleluia]

    Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, *

          porque é eterna a sua misericórdia.

 

 
Convite a louvar a Deus pelo seu amor – Catequese sobre o Salmo 116

Salmo 116 (117)   Louvor a Deus

Digo-vos... que os gentios dão glória a Deus

pela sua misericórdia

(Rom 15, 8.9).

 

 [Aleluia]

    Louvai o Senhor, todas as nações, *

          aclamai-O, todos os povos.

 É firme a sua misericórdia para connosco, *

          a fidelidade do Senhor permanece para sempre.

    [Aleluia]

 

 
Hino de vitória pela travessia do mar vermelho – Catequese sobre o Cântico do Êxodo

Cântico Ex 15, 1-4a.8-l3.17-18 Hino da vitória depois da passagem do Mar Vermelho

Os que venceram o Monstro

cantavam o cântico de Moisés, o servo de Deus

(cf. Ap 15, 2.3).

 

 Cantarei ao Senhor, que fez brilhar a sua glória: *

          precipitou no mar o cavalo e o cavaleiro.

 

 O Senhor é a minha força e a minha protecção: *

          a Ele devo a minha liberdade.

    Ele é o meu Deus: eu O exalto; *

          Ele é o Deus de meu pai: eu O glorifico.

 O Senhor é um guerreiro: Omnipotente é o seu nome. *

       Precipitou no mar os carros do Faraó e o seu exército.

 

 
Promessa de observar a lei de Deus – Catequese sobre o Salmo 118, 145-152

Salmo 118 (119), 145-152 Elogio da lei divina

Eis a escrava do Senhor:

faça-se em mim segundo a vossa palavra (Lc 1, 38).

 

145 De todo o coração Vos invoco: ouvi-me, Senhor, *

quero observar os vossos decretos.

146 Por Vós eu clamo: salvai-me, *

e cumprirei as vossas ordens.

 

 
A alegria dos que entram no templo – Catequese sobre o Salmo 99

Salmo 99 (100)   A alegria dos que entram no templo

O Senhor faz cantar os redimidos

um hino de vitória (S. Atanásio).

 

1 Aclamai o Senhor, terra inteira, *

2 servi o Senhor com alegria, †

vinde a Ele com cânticos de júbilo.

 

 
Todos os povos se convertam ao Senhor – Catequese sobre o Cântico de Isaías

Cântico Is 45, 15-25   Todos os povos se converterão ao Senhor

Ao nome de Jesus se dobre todo o joelho (Filip 2, 10).

 

15 Vós sois, na verdade, um Deus escondido, *

Deus de Israel, Salvador.

16 Todos os que Vos odeiam serão envergonhados

e confundidos, *

serão confundidos os fabricantes de ídolos.

 

 
Senhor, tende piedade de mim – Catequese sobre o Salmo 50

Salmo 50 (51)   Compadecei-Vos de mim, ó Deus

Renovai-vos

pela transformação espiritual da vossa inteligência

e revesti-vos do homem novo (Ef 4, 23-24).

 

3 Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade, *

pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.

4 Lavai-me de toda a iniquidade *

e purificai-me de todas as faltas.

 

 
Acção de graças pela salvação do mundo – Catequese sobre o Salmo 47

Salmo 47 (48)   Acção de graças pela salvação do povo

Ele me transportou a uma alta montanha

e mostrou-me a cidade santa de Jerusalém

(Ap 21, 10). 

 

2 Grande é o Senhor e digno de louvor, *

na cidade do nosso Deus.

3 A sua montanha sagrada é a mais bela das montanhas, *

a alegria de toda a terra.

O monte Sião, no extremo norte, *

é a cidade do grande Rei.

4 Deus Se mostrou em seus palácios *

um baluarte seguro.

 

 
Deus liberta e reúne o seu povo na alegria – Catequese sobre o Cântico de Jeremias

Cântico Jer 31, 10-14   A felicidade do povo libertado

Jesus havia de morrer...

para reunir os filhos de Deus que andavam dispersos (Jo 11, 51.52).

 

10 Escutai, ó povos, a palavra do Senhor *

e anunciai-a às ilhas distantes:

Aquele que dispersou Israel vai reuni-lo *

e guardá-lo como um pastor ao seu rebanho.

11 O Senhor resgatou a Jacob *

e libertou-o das mãos do seu dominador.

 

 
A prece matutina no sofrimento – Catequese sobre o Salmo 56

Salmo 56 (57) Oração da manhã no tempo da aflição

Este salmo canta a paixão do Senhor (S. Agostinho). 

 

2 Tende piedade de mim, ó Deus, tende piedade, *

porque em Vós eu procuro refúgio,

e me abrigo à sombra das vossas asas, *

até que passe a tormenta.

 

 
O Senhor é o Rei do universo – Catequese sobre o Salmo 46

Salmo 46 (47) Deus, Rei do universo

Está sentado à direita de Deus Pai e o seu reino não terá fim.

 

2 Povos todos, batei palmas, *

aclamai a Deus com brados de alegria,

3 porque o Senhor, o Altíssimo, é terrível, *

o Rei soberano de toda a terra.

 

 
O Senhor é criador do mundo e protege o seu povo – Catequese sobre o Cântico de Judite

Cântico Judite 16, 1-2.13-15 O Senhor, Criador do mundo

Cantavam um cântico novo (Ap 5, 9).

 

1 Louvai o Senhor ao som de tamborins, *

cantai ao Senhor ao som da cítara,

cantai ao Senhor um cântico novo, *

exaltai e invocai o seu nome.

 
A Malícia do pecador e a bondade do Senhor – Catequese sobre o Salmo 35

Salmo 35 (36)   A bondade de Deus e a maldade dos homens

Quem Me segue não anda nas trevas,

mas terá a luz da vida (Jo 8, 12). 

 

 A maldade fala ao ímpio no seu coração, *

          a seus olhos não existe o temor de Deus,

 mas a si próprio se ilude, *

          para não descobrir nem odiar a sua iniquidade.

 

 
Hino à providência de Deus – Catequese sobre o Salmo 32

Salmo 32 (33) Hino à providência de Deus

Por Ele foram feitas todas as coisas

(Jo 1, 3).

 

1 Justos, aclamai o Senhor, *

os corações rectos devem louvá-l’O.

2 Louvai o Senhor com a cítara, *

cantai-Lhe salmos ao som da harpa.

3 Cantai-Lhe um cântico novo, *

cantai-Lhe com arte e com alma.

 

 
Deus castiga e salva – Catequese sobre o Cântico de Tobias

Cântico Tob 13, 1-10   Deus castiga e salva

Bendito seja Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo,

que na sua grande misericórdia

nos fez renascer para uma esperança viva

(1 Pedro 1, 3).

 

1 Bendito seja Deus que vive eternamente: *

o seu reino estende-se pelos séculos.

2 Estão nas suas mãos o castigo e o perdão, a vida e a morte, *

nada e ninguém escapa ao seu poder.

 

 
O Senhor entra no seu templo – Catequese sobre o Salmo 23

Salmo 23 (24)   A entrada do Senhor no templo

Na sua ascensão corporal,

abriram-se para Cristo as portas do Céu (S. Ireneu).

 

1 Do Senhor é a terra e o que nela existe, *

o mundo e quantos nele habitam.

2 Ele a fundou sobre os mares *

e a consolidou sobre as águas.

 

 
O Senhor proclama a sua palavra – Catequese sobre o Salmo 28

Salmo 28 (29) A força da voz de Deus

Ouviu-se uma voz que vinha do céu:

«Este é o meu Filho muito amado» (Mt 3, 17).

 

1 Tributai ao Senhor, filhos de Deus, *

tributai ao Senhor glória e poder.

2 Tributai ao Senhor a glória do seu nome, *

adorai o Senhor com ornamentos sagrados.

 

 
Só a Deus a honra e a glória – O Cântico de Crónicas 29, 10-13

Cântico 1 Cron 29, 10-13 Só a Deus, honra e glória

Bendito seja Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo (Ef 1, 3).

 

10 Bendito sejais, Senhor, para todo o sempre, *

Deus de nosso pai Israel.

11 A Vós, Senhor, a grandeza e o poder, †

a honra, a majestade e a glória, *

porque tudo, no céu e na terra, Vos pertence.

 

 
Oração da manhã – Catequese sobre o Salmo 5

Salmo 5, 2-10. 12-13   Oração da manhã para pedir ajuda

Aqueles que interiormente acolhem a Palavra de Cristo

n’Ele exultarão eternamente

 

2 Senhor, ouvi as minhas palavras, reparai no meu lamento.*

3 Atendei a voz do meu clamor, ó meu Rei e meu Deus.

4 Eu Vos invoco, Senhor, pela manhã, e ouvis a minha voz; *

de manhã vou à vossa presença e espero confiado.

 

 
Festa dos amigos de Deus – Catequese sobre o Salmo 149

Salmo 149 A alegria dos santos

Os filhos da Igreja, novo povo de Deus,

alegrem-se em seu Rei, Cristo Jesus (Hesíquio).

 

1 [Aleluia]

Cantai ao Senhor um cântico novo, *

cantai ao Senhor na assembleia dos santos.

2 Alegre-se Israel em seu Criador, *

rejubilem os filhos de Sião em seu rei.

 

 
Toda a criatura louve o Senhor – Catequese sobre o Cântico de Laudes

Cântico Dan 3, 57-88.56 O louvor das criaturas

Louvai o Senhor, todos os seus servos (Ap 19, 5).

 

57 Obras do Senhor, bendizei o Senhor, *

louvai-O e exaltai-O para sempre.

58 Céus, bendizei o Senhor, *

59 Anjos do Senhor, bendizei o Senhor.

60 Águas que estais sobre os céus, bendizei o Senhor, *

61 poderes do Senhor, bendizei o Senhor.

62 Sol e lua, bendizei o Senhor, *

63 estrelas do céu, bendizei o Senhor.

 

 
A alma sedenta do Senhor – Catequese sobre o Salmo 62

Salmo 62 (63), 2-9 Sede de Deus

Criastes-nos para Vós, Senhor,

e o nosso coração não descansa

enquanto não repousar em Vós (S. Agostinho).

 

2 Senhor, sois o meu Deus: desde a aurora Vos procuro. *

A minha alma tem sede de Vós.

Por Vós suspiro, *

como terra árida, sequiosa, sem água.

 

 
A Liturgia das Horas oração da Igreja

1.    Antes de iniciar o comentário de cada Salmo e Cânticos de Laudes, completemos hoje a reflexão introdutória que começámos na última catequese. E fazemo-lo a partir de um aspecto muito querido à tradição espiritual: cantando os Salmos, o cristão experimenta uma espécie de sintonia entre o Espírito presente nas Escrituras e o Espírito que nele habita pela graça baptismal. Mais do que rezar com palavras próprias, ele faz-se eco dos “gemidos inefáveis” de que fala São Paulo (cf. Rm 8,26), com os quais o Espírito do Senhor impele os cristãos a unirem-se à invocação característica de Jesus: “Abbá, Pai!” (Rm 8,15; Gal 4,6).

 

 
Os Salmos na Tradição da Igreja

1. Na Carta Apostólica Novo millennio ineunte manifestei o desejo de que a Igreja se distinga cada vez mais na “arte da oração”, aprendendo-a sempre de novo dos lábios do Mestre divino (cf. n. 32). Este empenho deve ser vivido sobretudo na Liturgia, fonte e auge da vida eclesial. Nesta linha é importante prestar uma maior atenção pastoral à promoção da Liturgia das Horas como oração de todo o povo de Deus (cf. ibid., 34). De facto, se os sacerdotes e os religiosos têm um precioso mandamento para a celebrar, ela é contudo proposta ardentemente também aos leigos. Propunha esta finalidade, há cerca de trinta anos, o meu venerado predecessor Paulo VI, com a constituição Laudis canticum na qual delineava o modelo vigente desta oração, desejando que os Salmos e os Cânticos, estrutura básica da Liturgia das Horas, fossem compreendidos “com renovado amor pelo Povo de Deus” (AAS 63 [1971], 532).

 

 
A Liturgia das Horas

 “O mistério de Cristo, a sua Encarnação e a sua Páscoa, que celebramos na Eucaristia, especialmente na assembleia dominical, penetra e transfigura o tempo de cada dia pela celebração da Liturgia das Horas, o «Ofício Divino». Esta celebração, na fidelidade às recomendações apostólica de «orar sem cessar» (1Ts 5, 17; Ef 6, 18), «constituiu-se de modo a consagrar, pelo louvor a Deus, todo o curso diurno e nocturno do tempo» (SC 84). É «a oração pública da Igreja» (SC 98), na qual os fiéis (clérigos, religiosos e leigos) exercem o sacerdócio real dos baptizados” (CICat 1174).

 
Os Salmos

Os Salmos têm uma importância muito grande na Liturgia cristã, que justifica que lhes seja dado um particular relevo e um estudo atento. Na impossibilidade de o fazer, deixam-se aqui algumas anotações que mais não pretendem que introduzir na sua compreensão e deixar algumas pistas para o estudo pessoal.